Untitled Document

Utilize a Tomografia computadorizada volumétrica de feixe cônico (cone beam) e garanta o sucesso do seu plano de tratamento!


Em 1979 o engenheiro inglês Hounsfield e o físico norte-americano Comark receberam o prêmio Nobel de Medicina com a mais revolucionária máquina, de explorar partes do corpo humano em qualquer um dos três planos do espaço, usando a radiação X e os recursos da informática. Após seqüenciadas evoluções, esta forma de aquisição de imagens, a tomografia, é hoje um método de diagnóstico mais eficaz e preciso que veio sobrepujar as limitações e dificuldades encontradas na obtenção do diagnóstico pela radiografias convencionais.

No final do século passado, o desenvolvimento da tomografia computadorizada (TC) de feixe cônico representou o grande avanço na reprodução da imagem tridimensional dos tecidos mineralizados do sistema estomatognático com significativa redução da dose de radiação. Este pioneirismo é atribuído aos italianos Mozzo e colaboradores da Universidade de Verona. Desde esta época, equipamentos com mais acurácia vem sendo desenvolvidos por várias empresas, o que significativamente desperta neste início do século XXI a necessidade de maior conhecimento pelos profissionais na busca das informações diagnósticas.

Na odontologia, a visão em três dimensões proporcionada pela TC de feixe cônico estimula a redefinição dos conhecimentos até então construídos ao longo dos anos com base na visão bidimensional dos antigos métodos radiográficos convencionais, gerando uma quebra de paradigmas.

Nesse contexto, o tomógrafo I-CAT disponível no IBBRO – Bioimagem buco-maxilo-facial ganha seu espaço como um dos equipamentos mais eficientes para esta finalidade. Suas características dão condições para a visualização não só do complexo maxilo-mandibular como da totalidade do crânio com considerável redução da dose de radiação e maior possibilidade de explorar as estruturas maxilomandibulares para analisar e laudar todo o conteúdo examinado sem perder de vista as dúvidas diagnósticas que foram motivo precípuo da solicitação. Em contrapartida a resposta mais ampla do exame induz o profissional a necessidade de repensar as metas e planejamentos dos tratamentos.

Esta nova realidade abre uma gama de possibilidades para o profissional, seja ele da área de cirurgia, ortodontia, prótese ou qualquer outra da odontologia, para as quais o IBBRO convida os colegas dentistas a compartilharem suas experiências e desfrutarem das novidades da área de diagnóstico por imagem promovido pelo IBBRO nos seus diferentes workshops.

Entrem em contato e sejam bem vindos!



Veja o que a mais moderna ferramenta de diagnóstico por imagem em odontologia pode compartilhar com você!
  • Planejamento de implantes
  • Estudo periodontal
  • Diagnóstico em endodontia
  • Avaliação ortodôntica e cefalometria 3D
  • Estudo de dentes inclusos e estruturas adjacentes
  • Dental Slice - software de planejamento de guia cirúrgica
    e cirurgia virtual
  • Alterações patológicas do complexo maxilo-mandibular
    (cistos, tumores etc..)
  • Fraturas dentárias
  • Prototipagem
  • ATM

Já utilizou a CEFALOMETRIA 3D?

Já utilizou o DENTAL SLIDE?


Análise tridimensional craniofacial: um novo horizonte no diagnóstico craniométrico capaz de permitir uma escolha mais adequada dos recursos necessários às correções dentofaciais.

Apicações:

  • Documentação ortodôntica
  • Avaliação ortopédica funcional (substitui os dados da cefalometria e modelo gnatostático)
  • Estudo de proporções faciais para decisões cirúrgicas especialmente nos casos ortocirúrgicos

O protocolo abrange, além da cefalometria, a imagem panorâmica, telerradiográfica direita e esquerda, ATM´s e visualização do sistema dento-alveolar



É um software para planejamento e simulação cirúrgica de implantes a partir das imagens tomográficas. Permite também realizar as chamadas cirurgias guiadas por tomografia computadorizada, nas quais o fruto do planejamento pode ser transformado em guias cirúrgicos que maximizam os resultados e minimizam os procedimentos trans e pós-operatórios.

Ortoguide
Protocolo de geração de guias para cirurgia ortognática, no qual são realizadas uma série de aquisições tomográficas e exportados para um software de planejamento e simulação cirúrgica, tornando a cirurgia ortognática, mentoplastias e correções faciais em geral muito mais precisas e os resultados mais previsíveis.